conciliação bancária é uma atividade essencial para empresas e organizações de todos os tamanhos, que desejam manter suas finanças em dia e ter uma visão clara sobre suas movimentações financeiras.

Essa prática consiste em comparar as informações contidas no extrato bancário com as movimentações financeiras registradas pela empresa em seu software de gestão financeira, a fim de identificar e corrigir possíveis diferenças e inconsistências.

Neste artigo, vamos explorar em detalhes o que é a conciliação bancária e qual a sua importância para as empresas. Na sequência do conteúdo, você entenderá como essa prática pode ajudar na identificação de erros e fraudes, além de permitir um controle mais efetivo sobre o fluxo de caixa.

Para saber mais sobre o assunto e manter as finanças da sua empresa em ordem, continue conosco e acompanhe este artigo até o final.

Leia mais: Aprenda o que é fluxo de caixa e por que é importante para a sua empresa

O que é conciliação bancária?

Conciliação bancária é um processo contábil que consiste em verificar se as informações contidas no extrato bancário de uma empresa estão corretas e correspondem às transações financeiras registradas em seu próprio sistema de gestão financeira.

Em outras palavras, a conciliação bancária é uma comparação entre as informações do extrato bancário e as informações do sistema da empresa, visando garantir que não haja divergências entre as transações financeiras registradas em ambos os sistemas.

Esse processo é importante para garantir que a empresa tenha um controle adequado sobre suas finanças e para evitar erros que possam levar a prejuízos financeiros. Além disso, a conciliação bancária ajuda a identificar possíveis fraudes, erros de lançamentos, depósitos não identificados, cheques devolvidos, entre outros problemas que podem afetar as finanças dos negócios.

conciliação bancária pode ser feita manualmente, comparando cada transação financeira registrada no sistema da empresa com as informações do extrato bancário ou por meio de softwares de gestão financeira, que automatizam o processo de conciliação e tornam a tarefa mais rápida e eficiente.

Qual a importância e os benefícios da conciliação bancária?

A conciliação bancária é um processo essencial para manter a saúde financeira de uma empresa e traz vários benefícios, entre eles:

1.Identificação de erros: A conciliação bancária permite identificar rapidamente erros e discrepâncias nas informações financeiras da empresa, como depósitos não identificados, cheques devolvidos, transferências não processadas, entre outros. Isso ajuda a corrigir esses problemas e evitar que se tornem maiores ou causem prejuízos.

2.Redução de riscos: Ao identificar erros e discrepâncias rapidamente, a conciliação bancária ajuda a minimizar os riscos financeiros e a evitar problemas como fraude, roubo ou desvio de recursos.

3.Controle financeiro: Com a conciliação bancária, a empresa pode manter um controle mais eficiente de suas finanças, garantindo que as informações financeiras estejam sempre atualizadas. Isso ajuda a tomar decisões mais assertivas e a planejar o futuro financeiro da empresa.

4.Economia de tempo: A conciliação bancária pode ser realizada manualmente, mas com softwares de gestão financeira, o processo é automatizado, economizando tempo e esforço dos responsáveis por executar a tarefa.

5.Cumprimento de obrigações fiscais: A conciliação bancária ajuda a garantir que todas as transações financeiras da empresa sejam registradas corretamente e que os impostos sejam pagos de forma adequada e pontual. Isso ajuda a evitar multas e penalidades fiscais.

Por todos esses, e outros motivos, a conciliação bancária é um processo fundamental para manter a saúde financeira de uma empresa e garantir sua sustentabilidade a longo prazo.

Leia mais: Conte com o BPO Financeiro da Contdias para auxiliar sua empresa

Como fazer a conciliação bancária da sua empresa

Agora que você já sabe o que é conciliação bancária, é hora de conferir o que é preciso para fazer a conciliação bancária da sua empresa.

Para ajudar você, separamos e vamos listar algumas dicas que tornam o processo de conciliação mais fácil e prático.

1.Reúna os documentos necessários: Antes de iniciar o processo de conciliação bancária, certifique-se de ter em mãos o extrato bancário atualizado da conta da empresa e as informações financeiras registradas em seu sistema, como notas fiscais, recibos e outros comprovantes de pagamento.

2.Compare as informações: Compare as informações registradas no extrato bancário com as informações do sistema financeiro da empresa para verificar se há divergências entre as transações registradas e efetivadas.

3.Identifique os erros: Identifique os erros ou discrepâncias entre as informações do extrato bancário e do sistema financeiro, como transações duplicadas, depósitos não identificados, cheques devolvidos, entre outros.

4.Faça os ajustes necessários: Faça os ajustes necessários nas informações do sistema financeiro da empresa para corrigir os erros identificados durante a comparação.

5.Registre as informações: Registre as informações atualizadas no sistema financeiro da empresa para manter um controle mais preciso das finanças e garantir que as informações estejam precisas e atualizadas.

6.Mantenha a conciliação bancária em dia: A conciliação deve ser feita regularmente, preferencialmente diariamente ou semanalmente, para evitar que os erros acumulem e tornem o processo mais difícil. Conforme comentamos anteriormente, o uso de softwares de gestão financeira pode ajudar a automatizar e simplificar o processo.

Diante da importância da conciliação e de todos os benefícios que ela pode oferecer, não perca mais tempo, faça dessa uma rotina na gestão financeira da sua empresa.

Exemplo prático de conciliação bancária

Vamos supor que uma empresa, chamada XYZ Ltda, possui uma conta corrente no banco A. No mês de janeiro de 2023, essa conta teve as seguintes movimentações financeiras:

  • Saldo inicial: R$ 0,00
  • Receita de vendas: R$ 10.000,00
  • Pagamento de fornecedores: R$ 5.000,00
  • Pagamento de salários: R$ 2.000,00
  • Taxas bancária: R$ 50,00
  • Depósito de cheque: R$ 3.000,00
  • Tarifa de manutenção de conta: R$ 30,00
  • Saldo final: R$ 5.920,00

Por sua vez, no sistema de gestão financeira da empresa, as informações eram as seguintes:

  • Saldo inicial: R$ 0,00
  • Receita de vendas: R$ 10.000,00
  • Pagamento de fornecedores: R$ 5.000,00
  • Pagamento de salários: R$ 2.000,00
  • Saldo final: R$ 3.000,00

Como podemos observar, há uma diferença a ser conciliada e corrigida, já que alguns lançamentos que movimentaram a conta, não estavam registrados no sistema financeiro da empresa.

Vencendo a crise da COVID-19 a cada dia junto com as empresas

O período da pandemia tem propiciado o fortalecimento de parcerias. Também tem sido uma boa oportunidade para inovar e fazer melhor.

Para nós, da Contdias, é gratificante poder ajudar empresas e parceiros nesse momento desafiador. Nosso muito obrigado pela confiança e parceria.

Podem contar conosco, pois sabemos que a jornada ainda não acabou.

Sobre a Contdias

Criada há mais de 40 anos, a Contdias tem como objetivo assessorar os clientes em todas as áreas de seu negócio. Para tanto, a empresa atende segmentos específicos de mercado, além de negócios de diferentes tamanhos. Uma das características da Contdias é seu atendimento com excelência de contabilidade para empresas de tecnologia.

Entre em contato já, podemos ajudar você!

Agende uma consultoria e descubra o caminho mais seguro, econômico e rápido para o que você precisa no momento. ligue (031) 3271-5531 ou chame a gente no WhatsApp clicando aqui.

Gostou deste artigo? Quer mais conteúdo para manter-se informado sobre o mundo financeiro? Então, siga-nos no Facebook, Instagram, Linkedin e Twitter e acompanhe todos os nossos posts!

× WhatsApp